terça-feira, 1 de setembro de 2015

MORRE ANTÔNIO CESCON

Partiu hoje para a eternidade, de maneira trágica, aos 98 anos o nosso amigo, sr. Antônio Cescon. Testemunha ocular de dois grandes eventos históricos em nossa cidade. Suas descrições dos fatos ocorridos então em Itapira são de uma importância ímpar para nossa memória. Mas, quis o Criador chamar a Si a alma desse notável Itapirense, filho de colonos italianos, nascido na fazenda da família Job em 17 de junho de 1917. Mais tarde, já menino, vem morar com seus pais na então "Rua da Palha", hoje a Avenida Rio Branco, local onde seu pai teria um armazém no local onde atualmente está o prédio do Iki Lanches. Antônio Cescon viu a ocupação de Itapira durante a "Revolução de 1924", presenciou o terror trazido por soldados revoltosos,  vindos da capital paulista e comandados pelo lendário tenente João Cabanas, que, descendo a "Rua do Amparo" (atual Rua da Penha) tomaram o prédio da Cadeia Pública (hoje Casa da Cultura), além de prédios da prefeitura municipal.
exatos 83 anos, numa noite escura de um Agosto já agônico em 1932, vê a entrada de tropas federais fortemente equipadas numa Itapira abandonada à própria sorte pelos soldados paulistas, vencidos pela massa humana mobilizada por Getúlio Vargas em diversos estados do país para sufocar o levante de São Paulo. O então jovem Antônio, acompanhou vividamente todos aqueles momentos de caos e pavor.
O Núcleo MMDC de Itapira "Cel. Francisco Vieira" expressa aqui seus votos de pesares a toda a família do sr. Antônio e presta seus respeitos a essa incrível e querida figura humana que foi Antonio Cescon, um itapirense que soube preservar a memória de sua terra. Vai com Deus, amigo!
 
Antônio Cescon 
 
Antônio Cescon ao lado de autoridades Itapirenses durante a cerimônia do último 9 de Julho

TEXTO: Rodrigo Ruiz - Eric Apolinário

Nenhum comentário:

Postar um comentário